8 de janeiro de 2012

porque a violência vem na mesma medida da doçura.

"Até onde ser inteligente para ser idiota?
Os outros disseram que ela era idiota.
Então ela se fez de idiota para não ver até onde os outros 
eram idiotas por achar que ela era idiota, 
pois não ficava bem achar que eles eram idiotas.
Ela preferiu ser idiota e boa
a ser inteligente e má.

É mau ser idiota: ela tem que ser inteligente para ser idiota e boa.
É mau ser idiota, pois assim demonstraria até onde os outros foram idiotas quando lhe mostraram o quanto era idiota."


- de R.D. Laing, em "Laços".



Nenhum comentário: