5 de janeiro de 2012

JL, sugestão de hj.

"Pelo silêncio que a envolveu, por essa
aparente distância inatingida,
pela disposição de seus cabelos
arremessados sobre a noite escura:



pela imobilidade que começa
a afastá-la talvez da humana vida
provocando-nos o hábito de vê-la
entre estrelas do espaço e da loucura;



pelos pequenos astros e satélites
formando nos cabelos um diadema
a iluminar o seu formoso manto,



vós que julgais extinta Mira-Celi
observai neste mapa o vivo poema
que é a vida oculta dessa eterna infanta."



Pelo silêncio, de Jorge de Lima

Um comentário:

O Cercadinho disse...

"... pela imobilidade que começa
a afastá-la talvez da humana vida
provocando-nos o hábito de vê-la
entre estrelas do espaço e da loucura..."

Adorei essa parte. Viajei lendo-a. rsrsrs
E amanhã novo post sobre quando depilei meu saco. Confere lá. rsrsrs
Beijos,
Wanderlei
www.o-cercadinho.blogspot.com