24 de dezembro de 2011

onde há vaidade, não há amor.

"Se dermos aos nossos instintos a liberdade de agir sem restrições, 
eles poderão voltar-se contra nós e despedaçar-nos"

Sobre o mito de Ártemis, em "Jung e o Tarô - Uma Jornada Arquetípica" de Sallie Nichols 

Nenhum comentário: