21 de julho de 2011

excedi e desperdicei amor.

Oscar Wilde no ano de 1900, entediado com o horrível papel de parede que ornava seu quarto num pequeno hotel de Paris, legou-nos um insólito haikai na véspera de sua morte:

"Este papel de parede
ou ele se vai 
ou eu me vou"

(A Trilha Errante do Haikai - Alberto Marsicano)


vale a pena assistir pra ouvir minha gargalhada (1:30 +/-) e a participação de Francisco! 

Nenhum comentário: